Estudantes de Caroebe cobram do governo revitalização de ginásio

Mesmo com o Ginásio Poliesportivo sem oferecer condições de uso, adolescentes de Caroebe usam o espaço para a prática de futsal por falta de opção – Foto: Luiz Valério

A juventude e os amantes da prática esportiva estão desassistidos e sentindo-se abandonados em Caroebe. É que há anos o Ginásio Poliesportivo do município, que é de responsabilidade direta da Secretaria de Estado da Educação e do Desporto (SEED), está completamente abandonado e depredado. Falta parte da cobertura do equipamento esportivo, o que faz com que a quadra fique completamente alagada em dias chuvosos.

Os vestiários e banheiros do ginásio também estão destruídos e tomados pelo lixo. Na verdade, devido à falta de manutenção e o descaso do governo, o espaço está completamente deteriorado. Em volta do prédio o mato tomou conta de tudo e tem bastante lixo acumulado, com latas e garrafas plásticas acumulando água, o que representa um risco de proliferação do mosquito Aedes Aegypti numa região sujeita historicamente a surtos de dengue e agora sob o risco da Zica e Chikungunya.

Mesmo com tantos problemas, a juventude ainda usa o ginásio para praticar esportes nos fins de semana ou nos finais de tarde, mesmo correndo o risco de se machucar. É que as traves da quadra de futsal, que também estão danificadas e enferrujadas, às vezes provocam ferimentos nos usuários do espaço. O piso da quadra também carece de reparos e pode resultar na contusão dos jovens, a maioria deles crianças e adolescentes.

Há alguns meses, o Folha Roraima publicou uma matéria sobre o assunto, mas nada foi feito de lá para cá. A falta de resposta do poder público resultou em mais críticas por parte dos jovens e adolescentes que se sentem ignorados pelo governo, pois o ginásio é a única opção de prática de esporte em Caroebe.

“No final de semana todos nós queremos jogar futsal aqui na quadra, mas nessa situação fica difícil. A estrutura danificada do ginásio não ajuda”, disse um dos adolescentes que usavam o espaço no final de fevereiro. “Quando chove alaga tudo. Nós brincamos aqui, mas sempre correndo o risco de pegar uma dengue porque fica água acumulada tanto dentro da quadra quanto em volta do ginásio, que está tomado pelo mato e cheio de latas e objetos que podem acumular água”, disse outro jovem. “Os banheiros e vestiários estão destruídos e sujos”, queixou-se o adolescente J.A, que integrava um dos times que jogava futsal na quadra danificada naquela tarde de fevereiro.

Governo diz que ginásio está no cronograma de reformas

Ao ser questionada pela reportagem do Folha Roraima sobre o estado de abandono do Ginásio Poliesportivo de Caroebe, via e-mail, a Secretaria Estadual de educação enviou nota à Redação informando que a revitalização daquele prédio público está no cronograma de revitalização, e a previsão é que os trabalhos iniciem nos próximos 60 dias.

“A Seed lamenta não ter conseguido executar a revitalização do referido Ginásio até o momento”, diz a nota.

Segundo as explicações apresentadas pela Seed, por meio da Secretaria de Comunicação, a realidade financeira e orçamentária atual do estado tem dificultado a aplicação de recursos nos investimentos necessários de infraestrutura. “No entanto, o Governo do Estado tem se empenhado e buscado alternativas para melhorar cada dia mais a qualidade de vida dos roraimenses”, completa a nota.   

Deixe um comentário

folha-roraima